Mini-bag: no quesito bolsa, ela é a “queridinha do momento”

Realmente, a moda é cíclica. Você já deve ter reparado que podemos guardar uma peça que gostamos muito em uma determinada temporada e, com certeza, daqui a alguns anos ela volta. Não há nada que dure para sempre, pelo menos não até algumas estações, daqui a alguns anos.

A dica de hoje são as mini-bags. Lembro-me de quando criança ver algumas nos armários das minhas tias e mãe. E não é que elas estão de volta? Ok, já sei que você pode não gostar da ideia, de início, já que carregamos um mundo dentro das nossas companheiras diárias. Mas, segundo as blogueiras e fashionistas, as mini-bags não são para uso diário e, sim, para uma festa ou um passeio, ou um culto abençoado. Até porque não cabe muita coisa.

Um celular (em algumas delas), documento de identidade, cartão e/ou dinheiro, e em alguns modelos pode caber uma Bíblia. Mas de uma coisa temos que dar o braço a torcer: elas são charmosinhas e dão ainda mais graça ao look. E olha que eu amo bolsa grande! Peguei algumas dicas de como usar a nossa mais nova queridinha. Transpassadas no ombro são sinônimos de conforto, já que precisamos ter as mãos livres. E ficar carregando uma bolsa por aí não é bem a praticidade que esperamos.

Use em momentos que não for necessário levar muitos objetos, ou quando tiver um bolso que possa ajudar a levar seus itens essenciais. Apesar de serem pequenas, elas precisam assumir papel de destaque na composição do look. Escolha o acessório em tons de destaque ou posicione a bolsa de forma bem visível. Os modelos miniaturas de bolsas famosas transmitem um pouco de casualidade, por conta da irreverência desse pequeno acessório. Por isso, use esse “ar” ao seu favor, combine com peças um pouco mais arrumadas e componha um visual “hi-low” para não cair no erro de parecer que o tamanho da sua bolsa foi um erro. 

O GRANDE TRUQUE É:
Levar a menor quantidade de itens possível para não perder o formato original da bolsa. Ninguém quer sair por aí com uma mini bag gordinha, causando nos outros a dúvida: porque essa menina não escolheu uma bolsa maior? A bolsinha menor pode ser um charme, mas não se esqueça de montar um look que ela tenha relação. Uma coisa terrível é parecer que você está carregando a bolsa de outra pessoa, porque ela não tem nada a ver com o seu visual. Não queira parecer algo que você não é: se você é super casual, escolha uma composição confortável e despojada. Não tente se montar de fashionista mega estilosa se você não vai se sentir confortável para sustentar o look.

Fonte: Revista Geração JC

Modificado em 25/04/2017

Share this article

Revista GeraçãoJC

Jovem, versátil e dinâmica, GeraçãoJC é o ponto de encontro da juventude cristã. Seus interesses, conflitos, dúvidas e sonhos estão presentes em cada página desta revista, que é feita por jovens como você. Ela é Bimestral e vem nas versões impressa e digital.
Leia mais...

Setor de Circulação

Assinaturas:
0800-021.7373
Atendimento ao Assinante:
(21) 2406-7416 e 2406-7418
E-mails:
assinaturas@cpad.com.br
sac@cpad.com.br
ouvidoria@cpad.com.br

Newsletter

Receba notícias e destaques do portal no seu e-mail.